Seguro de saúde, Plano de Saúde, Cartão de Saúde, Cartão de Medicina Dentária, Cartão Dentário, Plano Saúde Oral

AdvanceCare | Hérnia Inguinal

Hérnia Inguinal

Corresponde ao deslocamento de parte de um órgão da cavidade abdominal (geralmente, uma ansa do intestino delgado) através de um orifício (anel herniário) na região inguinal, após enfraquecimento do tecido, músculo aponervótico desta região.. Nos homens, esta zona fica situada entre o pénis e o pubis , nas mulheres, entre a vulva e o pubis.
Existem dois tipos:

Hérnia inguinal adquirida ou direta: O saco herniário forma-se diretamente num ponto da parede abdominal enfraquecida, que, com a rutura, permite a protusão de um segmento do intestino na bolsa escrotal. Mais comum em homens de mais idade ou em quem pratica exercício físico intenso.
Hérnia inguinal indireta: É originada por um defeito congénito da região inguinal. À medida que o bebé se desenvolve no útero, os testículos descem do abdómen para o escroto através do canal inguinal. A hérnia forma-se quando o orifício é mais largo e o trajeto da descida do testículo não encerra.. É mais frequente em crianças e jovens.

Hérnia inguinal

Hérnia inguinal no sexo masculino com intestino no saco herniário.

 

Causas da Hérnia inguinal

A origem da hérnia inguinal depende da sua natureza. Por norma, é consequência do aumento da pressão no interior da cavidade abdominal que conduz ao enfraquecimento da parede no canal inguinal. Setenta e cinco por cento dos casos de hérnias ocorrem na região inguinal.
Fatores de risco:

  • Idade. Embora possa surgir em qualquer idade, a hérnia inguinal direta é mais comum em adultos.
  • Sexo masculino. Os homens têm dez vezes mais probabilidades de sofrerem uma hérnia inguinal. No entanto, nas mulheres, também pode acontecer durante a gravidez devido à pressão do canal uterino.
  • Fibrose quística.
  • Ter nascido prematuramente.
  • Prática de exercício físico brusca e exagerada.
  • Excesso de força abdominal na tosse crónica.
  • Esforço ao defecar em situações de obstipação crónica.
  • Dificuldade em urinar.
  • Excesso de peso.
  • Traumatismo.
  • Cirurgia abdominal.

Sintomas da Hérnia inguinal

– Abaulamento ou nódulo na região abdominal, que geralmente desaparece quando o doente se deita.

– Fraqueza da parede abdominal na região inguinal.

– Dor intensa ou desconforto na região inguinal , ao tossir, levantar objetos pesados ou outros esforços físicos.

Tratamento da Hérnia inginal

A utilização de fundas para evitar que a hérnia se agrave, é cada vez menos usual. Como é um tipo de lesão sem cura espontânea, quando se torna volumosa e dolorosa, o único tratamento possível é a hernioplastia inguinal. A cirurgia consiste numa pequena incisão na zona e recolocação do intestino na cavidade abdominal e encerramento da parede muscular. As técnicas cirúrgicas mais recentes utilizam uma prótese sintética para reforço da região lesada.

Artigo revisto e validado pelo especialista em Medicina Geral e Familiar José Ramos Osório.
Conteúdo revisto pelo Conselho Científico da AdvanceCare.
A presente informação não vincula a AdvanceCare a nenhum caso concreto e não dispensa a leitura dos contratos de seguros/planos de saúde, nem a consulta de um médico e/ou especialista.