Seguro de saúde, Plano de Saúde, Cartão de Saúde, Cartão de Medicina Dentária, Cartão Dentário, Plano Saúde Oral

AdvanceCare | Insuficiência Respiratória

Insuficiência Respiratória

Refere-se a situações em que não é possível a troca de gases entre o ar e o sangue a nível pulmonar, comprometendo os valores normais de pressão de oxigénio ou dióxido de carbono. Numa situação de hipoxemia, os pulmões não conseguem oxigenar o sangue, nem remover o dióxido de carbono presente, o que pode resultar em danos irreversíveis nos órgãos, coma ou morte. É uma das principais causas de mortalidade a nível mundial. A Insuficiência Respiratória manifesta-se de duas formas distintas:

Insuficiência Respiratória Aguda – quando a doença ocorre de forma brusca, pondo em risco a vida do doente.
Insuficiência Respiratória Crónica – quando é provocada por doenças que reduzem, de forma mais ou menos progressiva, a função respiratória.

Causas de Insuficiência Respiratória

As disfunções que comprometem a ventilação pulmonar são várias, quer sejam de natureza pulmonar, cardíaca ou outra. Uma longa lista de agressões externas e de doenças pode estar origem da insuficiência respiratória , como por exemplo:

  • Asma.
  • Bronquite.
  • Sinusite.
  • Pneumonias graves e outras doenças infecciosas.
  • Doença pulmonar obstrutiva crónica (DPOC).
  • Enfisema.
  • Tumores.
  • Aspiração de pequenos objetos.
  • Hemorragia.
  • Apneia do sono.
  • Enfarte.
  • Arritmias.
  • Medicamentos depressores do sistema nervoso central.
  • Fibrose pulmonar.
  • Atelectasia.
  • Pneumotórax (acumulação anormal de ar entre o pulmão e a pleura).
  • Doença neuromuscular.
  • Consumo excessivo de substâncias tóxicas, como tabaco, álcool e estupefacientes ou inalação de monóxido de carbono.

Sintomas e Sinais de Insuficiência Respiratória

As manifestações da doença dependem dos níveis de oxigénio e da quantidade de dióxido de carbono existente no sangue, mas também da origem da enfermidade. Existe, no entanto, um conjunto de sintomas que pode ser comum aos vários quadros clínicos:

Insuficiência Respiratória

Pulmões, com destaque para os alvéolos pulmonares. 

  • Dificuldade em respirar.
  • Cansaço para pequenos e médios esforços.
  • Cianose (cor azulada à volta dos lábios e da pele).
  • Unhas e mucosas arroxeadas
  • Confusão mental.
  • Falta de coordenação motora.
  • Sonolência.
  • Irritabilidade.
  • Coma. 

Tratamento de Insuficiência Respiratória

A Insuficiência Respiratória é um quadro clínico grave que exige tratamento urgente. Além da proibição de fumar e de evitar ambientes poluídos, o médico irá submeter o doente a um exame da função respiratória – espirometria e doseamento de gases no sangue e raio-X ou TAC torácica.

Geralmente, o tratamento é realizado de acordo com as causas e os agentes fisiopatológicos envolvidos.

Na maior parte dos casos, recorre-se a broncodilatadores, corticosteroides, diuréticos, antibióticos ou, dependendo da severidade do caso, a ventilação mecânica não invasiva associada à oxigenoterapia. A duração do tratamento também é determinada pela gravidade da sintomatologia, podendo ser de curta duração ou terapeutica crónica que se mantem por toda a vida.
 

Artigo revisto e validado pela especialista em Medicina Geral e Familiar Isabel Braizinha.
Conteúdo revisto pelo Conselho Científico da AdvanceCare.
A presente informação não vincula a AdvanceCare a nenhum caso concreto e não dispensa a leitura dos contratos de seguros/planos de saúde, nem a consulta de um médico e/ou especialista.