Inseminação intrauterina (IIU)

Inseminação intrauterina (IIU)

Maternidade
Última atualização: 24/11/2022
  • Um dos grandes objetivos de muitos casais portugueses é serem pais. No entanto, podem encontrar obstáculos no seu caminho como a infertilidade.
  • As técnicas de Procriação Medicamente Assistida ajudam estes casais a ultrapassar este obstáculo. Em alguns casos, a técnica mais adequada pode ser a inseminação intrauterina (IIU).
  • A IIU consiste em aumentar as probabilidades de um encontro bem-sucedido entre as células reprodutoras masculina e feminina e pode ser uma técnica adequada a uma série de situações.
  • Pode analisar e visualizar as várias partes do procedimento aqui.
  • Se tiver alguma dúvida sobre esta técnica pode ver a nossa secção de questões frequentes – irá encontrar informações sobre o procedimento oferecido pelo Centro Médico de Assistência à Reprodução – Prestador convencionado AdvanceCare.

A inseminação intrauterina é uma proposta clínica no âmbito das técnicas de Procriação Medicamente Assistida. Dirige-se a casais em que os exames efetuados apontam para uma função ovárica normal, para a ausência de problemas nas trompas e um espermograma apropriado ou com ligeiras alterações.

Ter filhos: um sonho para muitos

A dificuldade em ter filhos é uma realidade para muitos casais portugueses. As razões diferem entre serem casais do mesmo sexo a alguma (ou até ambas) das partes sofrerem de infertilidade. Hoje em dia, isto é um obstáculo que a ciência consegue ultrapassar, na grande maioria dos casos.

Diz-se que um casal sofre de infertilidade quando têm relações sexuais desprotegidas regularmente há 12 meses não resultam numa gravidez. A infertilidade é uma doença que pode afetar o sistema reprodutor da mulher ou do homem, ou ambos. Há igualmente situações em que a causa de infertilidade do casal é desconhecida. Cerca de 48 milhões de casais vivem com infertilidade globalmente, segundo a Organização Mundial de Saúde. Pedir ajuda médica especializada para entender a situação em específico do casal é crucial. Na primeira consulta de infertilidade, o profissional de saúde irá analisar o histórico clínico do casal, tal com o seu estilo de vida. Adicionalmente, são pedidos exames a ambos. Após esta análise, o profissional de saúde aconselha o casal no caminho mais adequado para o seu grande objetivo: ter um filho.

Inseminação Intrauterina

Em que consiste?

O tratamento de Inseminação Intrauterina (IIU) consiste na deposição direta de espermatozoides na cavidade uterina de modo a aumentar as probabilidades de um encontro bem-sucedido entre as células reprodutoras masculina e feminina. E, assim, aumentar as probabilidades de ocorrer fecundação.

Em que situações é adequada?

Segundo a Sociedade Portuguesa de Medicina de Reprodução (SPMR), esta técnica pode ser utilizada numa série de cenários: quando a ovulação não ocorre espontaneamente ou o número e motilidade dos espermatozoides estão alterados, como também em situações de disfunção sexual ou infertilidade de causa desconhecida. Em situações de azoospermia secretora (ausência de produção de espermatozoides ou produção insuficiente), é possível utilizar espermatozoides doados. Nesta situação, a inseminação é chamada de heteróloga. A inseminação é autóloga quando é utilizado os espermatozoides do casal.

Muitos tipos de famílias podem optar ou ser aconselhadas em direção a esta técnica. A possibilidade de usar espermatozoides doados significa que esta opção se adequa para mulheres sem parceiro e casais de mulheres. De acordo com a SPMR, idealmente a idade da mulher para ser submetida a este procedimento é inferior a 35 anos. A escolha por este tratamento também passa pelo número de anos de infertilidade do casal. Num casal com três anos ou mais de infertilidade e com a idade da mulher acima dos 37/38 anos, considera-se que a probabilidade de gravidez diminui, pelo que esta técnica poderá não ter indicação médica. 

Como é o procedimento?

A abordagem clínica passa por criar condições para que os espermatozoides e os ovócitos se encontrem. Começa por comprimidos ou injeções subcutâneas diárias a partir do 2º ou 3º dia do período menstrual da mulher para estimular a ovulação. No entanto, a ovulação da mulher pode não ser o problema, por isso, é só monitorizado o ciclo natural. A data da realização da inseminação é determinada através de ecografias aos ovários. Ocorre, então, a introdução do sémen (preparado no laboratório de imunologia) no interior do útero. Este processo é indolor para a mulher. Pode ver descritas as fases deste processo na imagem abaixo. Ao todo este processo pode demorar cerca de 15 dias. A partir desse momento, todo o processo se desenrola naturalmente à semelhança da reprodução sem recurso a técnicas médicas. Normalmente, a mulher faz um teste de gravidez passado 2 semanas da inseminação. A taxa de sucesso da IIU são de 10 a 12% por tentativa e o número máximo de tentativas são entre 3 a 6, segundo a SPMR. Se a gravidez não ocorrer, o mais provável é que o profissional de saúde aconselhe outra técnica de Procriação Medicamente Assistida.

FASES IIU



FAQs

A inseminação intrauterina é realizada em regime ambulatório ou de internamento?

A inseminação intrauterina é realizada em regime ambulatório.

Qual a duração média do tratamento?

Cerca de 2 a 3 horas, que incluem a preparação laboratorial dos espermatozoides.

Qual o local onde irei realizar o tratamento?

O tratamento será realizado no Centro Médico de Assistência à Reprodução (Cemeare) – Prestador convencionado AdvanceCare. Informe-se junto da Cemeare sobre os médicos que o irão acompanhar ao longo de todo o processo.

Qual o preço do tratamento?

O preço que irá pagar pela inseminação intrauterina terá o valor total de 510 euros.

Terei de suportar algum custo adicional ao tratamento?

Medicação, exames ecográficos, análises ao sangue, ou a eventual necessidade de apoio psicológico constituem um custo adicional e casual a contratualizar com a clínica.

Onde deverá ser efetuada a compra? Através da AdvanceCare ou diretamente na Clínica?

A compra deverá ser efetuada na loja online da AdvanceCare. Só deste modo poderá usufruir dos valores convencionados com o Cemeare. Uma vez efetuada a compra irá receber o seu voucher, devendo apresentar o mesmo na clínica no dia da consulta. Através dos números 707 100 005 ou 21 019 28 16, poderá ter acesso a um consultor que o irá apoiar e esclarecer durante todo este processo.

Este artigo foi útil?

Conselho cientifico

Conteúdo revisto

pelo Conselho Científico da AdvanceCare.

A presente informação não vincula a AdvanceCare a nenhum caso concreto e não dispensa a leitura dos contratos de seguros/planos de saúde nem a consulta de um médico e/ou especialista.

Downloads

Consulte os nossos guias para hábitos saudáveis:

Sympton Checker

Utilize a nossa ferramenta de diagnóstico de sintomas.

Programas AdvanceCare relacionados

Artigos relacionados