Em forma no outono

Com a chegada do frio e da chuva diminui a vontade de praticar exercício físico ou de se preocupar com os hábitos alimentares, mas tanto por questões de saúde como de estética é importante que adote hábitos para cuidar de si durante todo o ano. Neste artigo sugerimos-lhe cinco boas práticas para se manter em forma.


diabetes-a-doenca-silenciosa


O tempo frio favorece o desenvolvimento de alguns vírus, como os que causam as gripes e constipações, criando condições favoráveis ao desenvolvimento de doenças, se o organismo não for capaz de se defender adequadamente. Pode, também, ter um efeito desencorajador quanto aos cuidados com a forma física, levando à adoção de maus hábitos cujas consequências se verão uns meses depois. Para o ajudar a resistir a ambos os efeitos, sugerimos-lhe cinco boas práticas para adotar enquanto aguarda o regresso dos dias soalheiros.


Adote bons hábitos alimentares

Para promover uma atuação mais eficaz do sistema imunitário, deverá adotar uma alimentação rica em produtos frescos, com destaque para a fruta e vegetais, ricos em nutrientes antioxidantes. É o caso, entre outros, da vitamina C, presente nos citrinos, no kiwi, no tomate e nas hortaliças; da vitamina E, presente nos frutos secos (nozes, amêndoas, avelãs); e do zinco, que poderá obter se comer marisco, ostras ou crustáceos. Da mesma forma, deverá evitar períodos de jejum longos e a ingestão de bebidas alcoólicas e de alimentos ricos em açúcar e gordura. Tomar um bom pequeno-almoço e terminar o dia com um jantar ou ceia leves também são hábitos benéficos.


Hidrate-se

Longe de ser importante apenas no tempo quente, a ingestão de líquidos tem uma função fulcral no inverno: favorece a produção de muco que, ao ser eliminado pelas glândulas das vias aéreas, expulsa microorganismos agressores. É natural que, com o frio, não tenha tanta vontade de beber água, mas é por isso mesmo – e devido aos ambientes aquecidos – que a desidratação também pode surgir nesta altura do ano. A solução pode estar no recurso a chás e tisanas para complementar a ingestão de água. O importante é respeitar o valor de referência de 1,5 litros por dia. Tenha em conta que este é um hábito importante para evitar problemas renais e doenças de pele, sendo ainda mais fulcral para pessoas com tendência para a formação de pedra nos rins ou para o desenvolvimento de infeções urinárias de repetição. Sendo a pele o órgão mais agredido pelo frio, é aconselhável reforçar a hidratação “por fora”, aplicando regularmente batôn e um creme ou loção. Rosto, lábios e mãos são as zonas mais afetadas, mas joelhos, cotovelos e calcanhares também não devem ser esquecidos. Se tem pele seca, redobre os cuidados diários.


Pratique exercício físico

Embora o tempo frio possa ser um convite à preguiça, a prática de exercício físico promove a libertação de hormonas que promovem o bem-estar (endorfinas), o que significa que, quanto mais vezes a adotar, mais vontade terá de o fazer – o mais difícil é começar. Por outro lado, a prática regular de exercício físico faz aumentar o nível de leucócitos, células sanguíneas que combatem as infeções. Mas atenção: este efeito benéfico não se verifica com o exercício físico prolongado e extenuante que, pelo contrário, deprime o sistema imunitário. Caminhar três ou mais vezes por semana durante um mínimo de 20 minutos pode bastar para combater os efeitos negativos do sedentarismo, mas se tem objetivos mais específicos, pode recorrer a um personal trainer.


Recorra à ajuda da estética

Pouco convidativo às atividades no exterior, o inverno propicia a cuidados com o corpo em ambientes protegidos. Na verdade, esta é a melhor época para efetuar este tipo de tratamentos. Ao serem efetuados durante o inverno não existe risco de provocarem manchas ou edemas, devido à menor incidência de raios solares. Além disso, os tratamentos de estética podem ser ótimas alternativas para fortalecer a pele e os músculos e combater a acumulação de gordura. Estes procedimentos ajudam a manter a boa forma, evitando problemas como estrias ou celulite, até mesmo nos meses mais frios em que é mais difícil ir ao ginásio ou resistir a tentações, como por exemplo a um chocolate quente.


Descanse e relaxe

Quando estamos sob stress, são libertadas hormonas (cortisol e adrenalina) que enfraquecem o sistema imunitário Para se libertar deste estado emocional, procure dormir cerca de sete horas por noite, já que durante o sono profundo o organismo liberta substâncias benéficas. Rodeie-se de amigos e não se feche em casa: está demonstrado que rir e ter uma rede social forte é benéfico e que as pessoas que se expõem à luz natural são menos vulneráveis a infeções.

O tempo frio não tem de ser sinónimo de descurar a saúde e a boa forma. Mesmo que custe a dar o primeiro passo, quando começar a adotar algumas estratégias irá perceber que se sente muito melhor.

Este artigo foi útil?

Conselho cientifico

Conteúdo revisto

pelo Conselho Científico da AdvanceCare.

A presente informação não vincula a AdvanceCare a nenhum caso concreto e não dispensa a leitura dos contratos de seguros/planos de saúde nem a consulta de um médico e/ou especialista.

Downloads

Consulte os nossos guias para hábitos saudáveis:

Sympton Checker

Utilize a nossa ferramenta de diagnóstico de sintomas.

Programas AdvanceCare relacionados

Artigos relacionados