Dry brushing. Será que a escovagem a seco funciona?

Dry brushing. Será que a escovagem a seco funciona?

Na prática, a escovagem a seco (dry brushing) combina dois processos: esfoliação e massagem. E envolve o uso de uma escova com cerdas naturais (nunca sintéticas, para não correr o risco de agredir a pele). Através de movimentos circulares e com alguma pressão, para além de esfoliar a pele e eliminar as células mortas à superfície, a circulação sanguínea é estimulada e, alegadamente, faz-se uma drenagem linfática que ajuda o corpo a eliminar toxinas e melhora a aparência da celulite.


dry


Segundo Tina Alster, professora de dermatologia no Centro Médico da Universidade Georgetown, em Washington, em declarações ao The New York Times, nada comprova que o dry brushing tenha benefícios de desintoxicação. “Soa a tendência. Toda a gente quer eliminar toxinas da pele. Deem mais crédito ao organismo do que isso". É o fígado, e não a pele, o principal depurador do organismo, disse Alster, avisando que a pele não elimina "exposições ambientais regulares e toxinas". 

Para Alster, esfregar a pele — seja com uma escova, a mão ou algo mais —aumenta a circulação sanguínea, dando à pele um aspeto mais “corado” e levemente inchado, mas que a pele cedo regressa ao seu estado normal. Não existem assim provas que ajude o corpo a eliminar toxinas.  


Por uma pele mais lisa e suave

O certo é que a escovagem a seco elimina as células mortas, alisando a pele e permitindo que a sua hidratação seja mais eficaz. Assim, ao estimular a circulação sanguínea e alisar a pele, pode melhorar a aparência da celulite. Como? A celulite é uma inflamação do tecido celular, sendo causada pela acumulação de gordura, água e toxinas nas células, fazendo com estas que fiquem cheias e endurecidas. Mais de 90% das mulheres sofrem de celulite. Umas mais do que outras, dependendo da sua profundidade. E isso revela-se através de desníveis (ondulações e retrações) e nódulos, conhecidos como pele “casca de laranja”. Margo Marrone, fundadora da marca Londrina, The Organic Pharmacy, explicou ao site Goop que, dedicar entre três a cinco minutos a escovar a seco, estimula o alisamento da superfície da pele, reduzindo a aparência da celulite.

Mas cuidado com a frequência e pressão do gesto para não danificar a barreira natural de proteção da pele. Quem tem tendência a eczemas ou tem a pele muito sensível e reativa deve evitar escovar a pele a seco.


Como escovar a pele a seco?

A ordem é simples: escovar a seco, tomar um duche e hidratar a pele.

1. Compre uma escova com cerdas naturais (não sintéticas) com uma pega longa de forma a conseguir chegar a todas as zonas do corpo.
2. De pé e nua na banheira, comece por escovar a pele a partir dos pés subindo devagar e com movimentos leves na direção do coração.
3. Tenha especial cuidado quando a escova passa por áreas mais sensíveis, como o peito.
4. Pode insistir nas zonas mais secas e com a pele mais grossa, como os calcanhares, joelhos e cotovelos.
5. Assim que escovar todo o corpo, braços incluídos, tome um duche. Comece com uma temperatura morna e termine com um duche de água fria para estimular ainda mais a circulação.
6. Ao sair do duche limpe a pele sem a esfregar com a toalha. Termine ao aplicar um creme corporal hidratante em todo o corpo.
7. Lave sempre a escova depois de a usar e deixe-a a secar ao sol num ambiente seco.

O principal benefício da escovagem a seco (ou dry brushing) é eliminar as células mortas à superfície da pele. Desta forma, quando aplicar o seu hidratante habitual este vai ser mais eficaz.

Este artigo foi útil?

Conselho cientifico

Conteúdo revisto

pelo Conselho Científico da AdvanceCare.

A presente informação não vincula a AdvanceCare a nenhum caso concreto e não dispensa a leitura dos contratos de seguros/planos de saúde nem a consulta de um médico e/ou especialista.

Downloads

Consulte os nossos guias para hábitos saudáveis:

Sympton Checker

Utilize a nossa ferramenta de diagnóstico de sintomas.

Programas AdvanceCare relacionados

Artigos relacionados