Sabe o que é a fimose?

Sabe o que é a fimose?

Trata-se de um problema que atinge cerca de 80% dos rapazes entre o nascimento e o sexto mês de vida. No entanto, é possível prevenir a fimose através de um gesto de rotina diário. Saiba como lidar com a fimose e de que forma a pode tratar.


sabe-o-que-e-a-fimose



O problema

Fimose é a condição na qual o prepúcio (porção de pele do pénis que cobre a glande) não pode ser retraído completamente, para expor a glande, devido a um aperto da sua extremidade.


Quem é afetado

No caso de um recém-nascido trata-se de uma situação normal. Até aos seis meses, cerca de 80% dos rapazes ainda permanecem com esta condição. Aos 3 anos a situação persiste em apenas 10%. A maioria dos adolescentes e adultos jovens consegue retrair o prepúcio normalmente. Por vezes, a dificuldade de retração não se deve a uma fimose mas sim à existência de aderências balano-prepuciais – situação fisiológica em que o prepúcio está colado através de uma secreção caraterística da glande das crianças denominada esmegma. As aderências balano-prepuciais desaparecem espontaneamente ou com ajuda manual durante o segundo ou terceiro ano de vida.


Como ajudar

Esta ajuda manual, não traumatizante, consiste em tentar retrair, todos os dias, a pele do prepúcio (preferencialmente durante o banho, pois a água quente favorece a distensão destas estruturas). De uma maneira geral, a partir dos 5 anos, uma fimose dificilmente irá ceder a manobras de retração. Os pais devem fazer a retração do prepúcio de forma controlada, diariamente, de preferência após aprenderem o tipo de manobras a realizar. Esta informação pode ser fornecida pelo pediatra ou cirurgião pediátrico.


As causas

O aparecimento do anel fimótico tem causa desconhecida. Excecionalmente poderá ser congénito mas, na maioria dos casos, resulta de uma fibrose secundária a processos inflamatórios da glande e prepúcio. A fimose pode mesmo ser provocada pelo ato de forçar a retração prepucial (de forma não controlada pelos pais), levando ao aparecimento de fissuras radiais da pele prepucial que, ao cicatrizarem, provocam um aperto da extremidade da pele.


O tratamento

Após o controlo deste processo inflamatório, a cirurgia é o tratamento indicado. Esta também é indicada após os 5 anos, uma vez que, tal como já foi mencionado, a partir desta idade considera-se que as manobras de retração já não são eficazes para se conseguir a adequada exposição da glande. Existem várias técnicas cirúrgicas para tratar a fimose, das quais provavelmente a mais conhecida, por questões culturais, é a circuncisão.
Os pais devem consultar o cirurgião pediátrico o mais cedo possível (principalmente perante a existência de complicações inflamatórias ou infeciosas) e aproveitar a consulta para esclarecer todas as dúvidas de maneira a que a opção pela cirurgia seja tomada de uma forma devidamente esclarecida.


Glossário

Para que não fique baralhado, eis o significado de todos os termos que usámos:

  • Anel fimótico: Anel estreito no prepúcio que dificulta ou impede a saída da glande, o que inviabiliza a higiene e dá origem a inflamações, infeções e dor durante a ereção.
  • Balanite: Trata-se de uma inflamação/infeção da glande e prepúcio por dificuldade de drenagem da urina. Ao ficar retida pelo anel fimótico, a urina torna-se lesiva para os tecidos da glande e pele prepucial causando, inicialmente, uma inflamação que pode evoluir para infeção. Nestes casos, deve consultar-se o médico para tratamento específico.
  • Esmegma: Secreções esbranquiçadas, produzidas por glândulas, que se acumulam no pénis. A acumulação desse produto secretório e de descamação celular no sulco coronal (o espaço entre a glande e os corpos cavernosos e esponjosos do pénis) é uma queixa frequente, provocando tumefações que, vistas à transparência, se apresentam como bolas de coloração esbranquiçada. Esta ocorrência deve-se à dificuldade de eliminar a secreção pela aderência balano-prepucial, o que causa pruridos e processos inflamatórios.
  • Glande: Designação da extremidade anterior do pénis que desempenha um papel fundamental na transmissão de informação sensorial ao sistema nervoso central, desencadeando prazer.
  • Parafimose: Condição na qual o prepúcio (pele), quando retraído sobre a glande, não pode voltar à posição normal, provocando dor e inchaço.
  • Postectomia: Cirurgia para retirar a pele em excesso do pénis.
  • Prepúcio: Prega na extremidade do pénis que envolve a glande.

Este artigo foi útil?

Conselho cientifico

Conteúdo revisto

pelo Conselho Científico da AdvanceCare.

A presente informação não vincula a AdvanceCare a nenhum caso concreto e não dispensa a leitura dos contratos de seguros/planos de saúde nem a consulta de um médico e/ou especialista.

Downloads

Consulte os nossos guias para hábitos saudáveis:

Sympton Checker

Utilize a nossa ferramenta de diagnóstico de sintomas.

Programas AdvanceCare relacionados

Artigos relacionados